FAQ – Testes

Qual a diferença entre testes coletivos e testes individuais?

Os dois testes são o mesmo, tanto em conteúdo como em critério de avaliação. A diferença é por comodidade de agenda e para facilitar quem prefere ser atendido individualmente.

Quais os valores dos testes coletivos e individuais?

A taxa para a inscrição para o teste coletivo é de R$ 98,00 e do individual, R$ 148,00.

Por que a diferença de valores entre o teste coletivo e o individual?

A cobrança que a Mensa faz é apenas para se ressarcir das despesas incorrentes. No teste coletivo pode-se fazer uma otimização desses custos e cobrar mais barato.

Por que o teste individual dura 3 horas e o coletivo apenas 1?

Na verdade ambos demoram cerca de 1 hora. A informação de 3 horas no individual é sobre o período disponível e o horário exato será combinado entre o candidato e o aplicador após a confirmação do pagamento.

É informado o número do QI após o teste?

Como se trata de um teste de admissão, informamos apenas o binário aprovado-reprovado. Caso seja de interesse do candidato, poderemos também informar o percentil.

Qual o QI mínimo para ser admitido na Mensa?

Não há um número de QI mínimo, pois o valor numérico do QI pode variar de metodologia para metodologia. Para entrar na Mensa você deve estar no percentil 98, ou seja, nos 2% da população de mais alto QI.

Posso fazer um teste on-line?

Testes on-line não são reconhecidos formalmente e não tem validade para a Mensa. O teste deve ser presencial.

Em quanto tempo saem os resultados?

A correção é centralizada para manter a lisura do processo. Em função do volume, estimamos cerca de 10 a 15 dias para enviar o resultado.

Caso não seja aprovado, posso refazer o teste?

Você poderá refazer o teste decorridos 01 (um) ano do teste anterior.

Após aprovado, há mais algum pagamento?

Caso aprovado você será convidado a se associar à Mensa e, para tal, deverá pagar a primeira anuidade, válida até o próximo 31/julho, no valor de R$ 100,00.

Caso eu me inscreva e não possa comparecer, vocês devolvem o valor?

Se você nos avisar através do testes@mensa.org.br com antecedência, poderemos considerar a sua inscrição para o próximo teste. Não temos a opção de devolução do valor pago.

Posso pagar na hora?

Só aceitamos pagamento prévio.

Qual o tipo de teste que vocês aplicam?

O nosso teste é “culture fair”, ou seja, independe da língua falada e de conhecimentos específicos do candidato.

Precisa de alguma preparação prévia?

Nenhuma preparação prévia é necessária. Apenas vá descansado em bem disposto. E, por gentileza, leve uma caneta azul ou preta.

Haverá testes na minha cidade?

Todas as cidades que promovemos testes estão relacionadas em nosso site www.mensa.org.br, agrupadas por região geográfica.

Qual a periodicidade dos testes?

Realizamos testes coletivos em muitas cidades no Brasil, sempre no último sábado de cada mês ímpar (exceto em feriados e pontes de feriado – nesse caso antecipamos).

Que vantagens eu tenho em me associar à Mensa?

A Mensa é uma associação. Estamos buscando constantemente incremento da nossa lista de convênios <https://mensa.org.br/convenios.html>, além de acesso à prêmios e bolsas no Brasil e no exterior. Além disso, considere se informar sobre os programas da Mensa: Sight <https://www.us.mensa.org/connect/sight/>, SIGs (Grupos de Interesse Especial).

Qual a idade mínima para entrar na Mensa?

Aceitamos pessoas a partir dos 10 anos de idade.

É necessário ter curso superior para se associar?

Não. Para entrar na Mensa basta comprovar que está nos 2% da população de maior inteligência, independente da escolaridade.

Porque o limite de idade e de escolaridade?

A metodologia de testes que utilizamos nos testes coletivos e individuais está calibrada para uma população entre os 17 e os 63 anos de idade e com escolaridade mínima superior incompleto. Porém existem outras metodologias aceitas por nós que não tem essa limitação. Veja mais detalhes em https://mensa.org.br/submeta-um-teste-anterior-2.

Não encontrou o que procura? Preencha o formulário abaixo que lhe responderemos assim que possível: