Mensa Brasil se reúne com Secadi/MEC

O presidente da Mensa Brasil, Cadu Fonseca, se reuniu em fevereiro com Ivana de Siqueira, secretária-executiva de educação continuada, alfabetização, diversidade e inclusão (Secadi/MEC), e com Patrícia Neves Raposo, diretora de políticas de educação especial. Secadi é a Secretaria do Ministério da Educação responsável pelo tema inclusão, onde se estabelecem políticas públicas para superdotados e altos habilidosos, dentre outros públicos.

Tal iniciativa fora prevista na proposta de trabalho da chapa que conquistou o pleito para a Diretoria Executiva da Mensa Brasil 2018-2019. A Mensa Brasil, como entidade da sociedade civil, buscará dar grande contribuição nesta gestão para o atingimento da meta 4 do Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê "universalizar, para a população de 4 a 17 anos com (...) altas habilidades ou superdotação, o acesso à educação básica e ao atendimento educacional especializado, preferencialmente na rede regular de ensino, com a garantia de sistema educacional inclusivo, de salas de recursos multifuncionais, classes, escolas ou serviços especializados, públicos ou conveniados". O PNE determina diretrizes, metas e estratégias para a política educacional dos próximos dez anos.

No encontro, o presidente exaltou o extenso histórico (de mais de 15 anos) de aplicação de testes de QI pela Mensa Brasil em todo o território nacional. Apresentou ainda plano para que a Mensa auxilie o MEC com a efetivação do cadastro nacional de superdotados (Lei 13.234/2015) e ofereceu a estrutura da Mensa para promover testes psicométricos sob parâmetros legais e regulados pelo Conselho Federal de Psicologia. Cadu foi à reunião acompanhado do mensan voluntário Rodrigo Morhy.

Ivana de Siqueira - Secadi MEC

Conteúdos relacionados :